Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Let me finish

 

Every night when I was a boy, I sat and read in our living room, listening to my father writing letters. He wrote on his lap in longhand, with the letter paper backed by one of his long yellow legal pads, and the scratch and swirl of his black Waterman pen across the page sounded like the scrabblings of a creature in the underbrush. There were no pauses or crossings out, and in time I realized that I could even identify the swoosh of a below-the-line “g” leaping diagonally upward into an “h” and the crossing double zag of an ensuing “t,” and, soon after, the blip of a period. When he reached the bottom of the page, the sheet was turned over and smoothed down in a single, back-of-the-hand gesture, and the rush of writing and pages went on, while I waited for the declarative final “E” or “Ernest”— the loudest sound of all — that told me the letter was done. When the envelope had been addressed, licked, and sealed with a postmasterish thump of his fist, he would pluck a Lucky Strike out of its green pack and whack it violently four times against his thumbnail, like a man hammering a spike, then damply tongue the other end before lighting up. By the time the first deep drag appeared as a pale upward jet of smoke, another letter was in progress. I went back to my book. Sooner or later, the letters would be over, and he would be ready to read aloud to me. “Finished,” he would announce, picking up “Oliver Twist.” “Now, where were we?”

 

 

Roger Angell

in The King of the Forest

 

The New Yorker, Fevereiro de 2000 (The King of the Forest na íntegra aqui )

e em Let Me Finish © 2006 by Roger Angell

 

 

 



publicado por VF às 16:42
link do post | comentar | favorito

pesquisar

mais sobre mim

posts recentes

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

tags

todas as tags

links

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Creative Commons License
This work by //retrovisor.blogs.sapo.pt is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Blogs Portugal

blogs SAPO

subscrever feeds