Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Le Dormeur éveillé

 

 

Le Songe de Constantin c. 1466

 

 

L'homme qui dort se nomme Constantin. C'est un Empereur romain, un conquérant, un guerrier sans merci. Son sommeil parait paisible, bien qu'il doive livrer  bataille le lendemain… À côté de l'homme qui dort, un tout jeune homme assis. Un serviteur, qui n'a pas de nom. Une sentinelle, mais qui s'abandonnerait à sa propre rêverie. Il est le dormeur éveillé. Sa tête penchée s’appuie sur sa main. C'est un rêveur quelque peu mélancolique, peut-être doute-t-il de l'issue du combat, l'ange ne l'a pas visité, ne lui a adressé aucun signe… La scène représentée se situe à la frontière de la nuit et de l'aube, du sommeil et de l'éveil, du songe et de la rêverie.


Ce tableau qui figure un épisode de La Légende de la Vraie Croix qu'a peinte Piero della Francesca à San Francesco d'Arezzo est un des plus beaux que je connaisse…Plutôt que celle de l'Empereur endormi, je prends la place de l'homme assis, de celui que j'ai nommé le dormeur éveillé. Je m'attarde sur son visage, j'essaie de deviner ses pensées, à quelle rêverie il s'autorise à s'abandonner tout en refusant de s'assoupir; il demeure gardien. Il m'évoque ces mères qui veillent sur leur enfant endormi tout en rêvant à autre chose.


Et puis, comme toujours chez Piero della Francesca, les personnages, dans leur immobilité hiératique, sont à la fois hors du temps et, sur la fresque, inscrits dans une histoire - une légende - singulière. Étonnamment présents dans leur absence.


La peinture, celle de Piero en tout cas, cette parole imparfaite — on n'imagine pas ses personnages discourir ni même se parler entre eux — serait-elle un chant ? Je crois que toute peinture est plus proche du songe que du rêve. Quant aux livres, le mieux auquel ils puissent prétendre, c'est de s'approcher d'une rêverie, celle de l'homme assis.


 

J.-B. Pontalis

 

in Le Dormeur éveillé

© Mercure de France 2004

 


 

 

 

 

publicado por VF às 11:21
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De helena cardoso a 28 de Maio de 2009 às 14:36
Que texto incrível sobre (est)a pintura - e o quadro então nem se fala! Eu não conhecia este Piero della Francesca. O teu post anterior era tão tão triste que eu nem consegui comentar.
Estive ontem nas Janelas Verdes a ouvir falar sobre "O Triunfo das Artes" (1730) de Tiepolo. Todos os meses, na última 4ª feira, escolhem e apresentam uma obra da colecção.

beijos
De VF a 28 de Maio de 2009 às 18:43
Espero que compres o livro, é sensacional. Isto é só um excerto do texto dedicado a este quadro. Publicarei mais textos do Pontalis, depois deste li todos os outros. São fascinantes.
beijo

Comentar post

pesquisar

mais sobre mim

posts recentes

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

O Bloco-Notas de José Cut...

tags

todas as tags

links

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Creative Commons License
This work by //retrovisor.blogs.sapo.pt is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Blogs Portugal

blogs SAPO

subscrever feeds