17.12.16

 

 

smoke-letter-t-wallpaper-ibackgroundz_com.jpg

 

 

 

 

traque
tra.que
nome masculino
(de origem onomatopaica)
 
Há coisas que não são convenientes como tema de conversa, mas vale a pena falar, ainda que por alto, da grande variedade de léxico associado à expulsão de metano do organismo por via anal, expressão que é por si só uma perífrase eufemística para designar o que toda a gente chama de outro modo. A nomenclatura das ventosidades intestinais é vasta, variada e muito precisa quanto ao ruído, ao odor e ao carácter de cada uma dessas, digamos assim, formas de expressão corporal: peidostraquesbufas. Cada uma destas variantes tem, por sua vez, expressões particulares. O traque designa, na origem, um género de estalido. Não o explosivo peido vernáculo (de ilustre etimologia latina), nem a insidiosa e fedorenta bufa, mas um estalo discreto e praticamente inodoro. Uma espécie de peido pífio, que não se descaracteriza apenas em vento e mau odor, mas se frustra em ruído inofensivo e pouco comprometedor. Faz lembrar muitos artistas, quer da política quer de outros universos mediáticos, cuja carreira, ideias e actos, anunciados com pompa e propalados com fúria, se esfumam, sem esplendor nem glória, num apagado estalido. Como um traque.
 
 
 
 
 
link do postPor VF, às 09:00  comentar

pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Translator
contador sapo