25.6.16

 

 

M-glowing-purple-neon-icon-alphanumeric-letter-mm-

 

 

melindre
me.lin.dre
nome masculino
(etimologia incerta)

 

 

Termo com duas acepções que são como as duas faces de uma moeda: tanto pode designar o especial cuidado para não ferir, magoar ou ofender, como a extrema facilidade de ficar ferido, magoado ou ofendido. Ambos os sentidos são centrais na relação social. A sua manifestação por defeito é bruteza; por excesso, é moléstia. Ambos se aplicam a pessoas, situações e coisas. O conhecimento dos aspectos comuns do melindre é uma disciplina central da Diplomacia, que se ocupa da susceptibilidade, nas suas diversas modalidades e graus. Nela confluem as cautelas e os caldos de galinha, insuficientes por si só, mas também o estudo da sensibilidade, da mais epidérmica à mais profunda, e do macramé, que é arte de fazer e desfazer nós. A consciência do melindre obriga, frequentemente, ao uso de vestuário adequado, luvas esterilizadas e outros acessórios, como pinças cautelares e calçado apropriado a andar de mansinho. Não raro envolve um sentido estratégico do risco, que ora exige recato, ora temeridade. Perigo fatal é o melindre do melindre: a hesitação por receio de errar o dito e o feito.

 

 

 

link do postPor VF, às 09:00  comentar

pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Translator
sitemeter
contador sapo