11.6.16

 

 

f-word-cap-letter-ge-1209139.2.jpg copy.jpg

 

 

 

frioleira
fri.o.lei.ra
nome feminino
(do latim frivolus «sem importância» + eira)

 

 

Faixa estreita de renda ou galão ornamental geralmente recortado (em bicos) de um dos lados, como a espiguilha, para guarnição de peças diversas de vestuário e roupa de casa. Talvez por extensão passou a designar a frivolidade, a coisa desprovida de importância, a insignificância, a ninharia, a bagatela, isto é, a coisa sem valor, mas também a sensaboria. Talvez por contiguidade, e com valor eufemístico, passou a equivaler também a tolice, patetice, parvoíce, inépcia ou despropósito. Termo firme do léxico queirosiano, foi entrando em desuso, sendo hoje pouco ou nada utilizado, acompanhando a progressiva decadência da própria guarnição de renda e tudo o que noutro tempo, mal ou bem, se chamavam lavores femininos, mas seguramente não por declínio da frivolidade ou da tolice. O comentário político e desportivo oferece um vastíssimo leque de frioleiras.

 

link do postPor VF, às 09:00  comentar

pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Translator
sitemeter
contador sapo