10.2.11

 

 

 

 

Madrid, 1967

 

 

 

À chegada tínhamos sido recebidos por amigos de São Francisco, um bom augúrio por certo, as coisas começavam bem. A alegria dos espanhóis e a animação de Madrid, em brutal contraste com o ambiente sorumbático de Lisboa, seduziram-me de imediato. E fosse como fosse, em Madrid ser estrangeira deixava de ser um sintoma de desajustamento para se tornar numa realidade concreta, um dado objectivo. O estatuto agradou-me.

O liceu era mais pequeno e acolhedor, e a facilidade com que me integrei na quatrième fez-me compreender melhor, finalmente, o sentido de frequentar o ensino francês. Tornei-me uma aluna calma e razoável.

Viver de novo com os meus pais, na nossa própria casa, apenas com o meu irmão, seis anos mais novo, e duas empregadas, foi solitário e reconfortante ao mesmo tempo. Os meus pais viviam muito absorvidos em si mesmos e nas suas vidas, mas tinham amor e respeito um pelo outro, e por nós também, o que afinal de contas é o principal. Embora nunca mais se pudesse colar tudo o que se tinha partido, os anos que passámos em Espanha seriam de reconstrução.

 

 

 

Imagem: O meu irmão é o quinto a contar da direita, na última fila

 


 

 


link do postPor VF, às 00:09  comentar

De António Pereira de Carvalho a 10 de Fevereiro de 2011 às 02:12
Maravilhoso testemunho!!!

De Pedro a 10 de Fevereiro de 2011 às 11:40
Bom dia,

O Retrovisor está em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Parabéns e boa continuação!

Pedro

De Sara a 10 de Fevereiro de 2011 às 13:31
Parabéns pelo destaque! :)

De helena cardoso a 11 de Fevereiro de 2011 às 01:29
Lindo, Vera! Parabéns!

De Amigos do Concelho de Aviz a 11 de Fevereiro de 2011 às 19:56
A cultura deve ser preservada a todo o custo. Por isso peço desculpa por vir ocupar este espaço que é seu para, juntos, divulgarmos os IX JOGOS FLORAIS DE AVIS, cujo regulamento já se encontra disponível em www.aca.com.sapo.pt
Obrigado.
Fernando Máximo/Avis

pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Translator
sitemeter
contador sapo