21.5.10

 

 

 

 

 

Margarida ao colo do pai , 1920.

 

 

 

Apesar do encanto que tem para mim, preteri esta fotografia da minha mãe a favor de outras em Retrovisor, um Álbum de Família.

 

 

Foi esta a que elegi para abrir o primeiro capítulo:


 

 

 

 

Retrovisor, um Álbum de Família. p.13



 

Mas naquela, gosto especialmente da postura do bebé e do seu olhar atento, plenamente desperto, como o do extraordinário menino Jesus da “Adoração dos Magos” de Velázquez, que aqui apresentei no dia de Natal.

 

Nota: aos leitores interessados que não acompanham o blog desde o princípio sugiro a leitura dos posts “Um álbum de família”aqui e “Kill all your darlings” aqui.

 


link do postPor VF, às 16:48  comentar

pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Translator
sitemeter
contador sapo