5.9.13

 


« De qualquer forma por que as populações timoresas se estudem..., o caos surge desnorteante e quase impenetrável, revelando-se a disparidade de raças que na ilha e fora dela se cruzaram para produzir os tipos e os dialectos que naquele país se encontram. Dir-se-ia que da mais ocidental das terras sundanesas até às Filipinas e destas para o sul, e deste até Timor e às Fidji, todos os povos se mestiçaram e emigraram de forma a criar a Babel de elementos somatológicos que é a ilha de Timor. » (Leite de Magalhães)




 

«As raparigas de Oékussi, de uma tez de âmbar gris claro, feições delicadas, lembram sundanesas ou burmesas de distantes origens indús.» (Alberto Osório de Castro)




Timor, Páginas de um Diário Poético

Ruy Cinatti

"Panorama, Revista Portuguesa de Arte e Turismo"

Números 36 e 37, ano de 1948

 

Fotos: Ruy Cinatti (1947)



O Timor de Ruy Cinatti  de Peter Stilwell | PDF in Revista Camões nº14  aqui


História-Antropologia TIMOR LESTE  aqui 

 



link do postPor VF, às 11:23  comentar

pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Translator
sitemeter
contador sapo